Pesquisar este blog

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

A fome


Em uma sociedade em vias de alcançar nove bilhões de pessoas, comer ainda é um problema para pelo menos 10% delas, que costumam ir para a cama sem ter ingerido alimento algum durante o dia. Triste isso não?
Sabe aquela cenoura que você deixa apodrecer na sua geladeira?  A batata, o chuchu, o leite coalhado... E aquele “monte” de arroz que às vezes você joga fora? O feijão que azedou porque você não colocou na geladeira... O óleo de frituras?  Pois é, de vez em quando verifique na sua geladeira quais verduras você deve consumir primeiro, leite coalhado serve para fazer doce e bolos e ao fazer o arroz verifique a quantidade certa a ser feita para depois não ter que jogar fora. O feijão quando colocado na geladeira ele dura mais e o resto de óleos de frituras serve para fazer sabão.
Só para citar alguns casos de fome, a Somália vive uma situação de precariedade alimentar a 20 anos, e em 2005, quase cinco milhões de pessoas à beira da morte no Malaui. Ta certo que as causas da fome são políticas, mas quase diariamente as noticias da TV vem nos atingir com noticias sobre a fome quando estamos sentados ou deitados no nosso confortável sofá com a barriga cheia. Fala sério! É de doer na consciência saber que muitas pessoas que não tem o que comer queria ter pelo menos o resto que é jogado fora por muita gente.
Jogar comida fora é uma coisa muito feia. E isso parte desde o consumo exagerado até aquele restinho que você deixa no prato. A gente pode começar a mudar isso nos nossos gestos mais simples e nos nossos hábitos mais cotidianos, até na alimentação.
Agradeça a Deus pelo alimento que você tem em casa, porque neste momento existem pessoas com fome há dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário